Fico desconfiado

Não, não é implicância gratuita. Fico desconfiado mesmo com quem maltrata o português. Pense comigo: uma empresa que se pretende séria, capaz de resolver grandes pepinos na sua área de atuação, que tem um nome pelo qual zelar e, apesar disso tudo, esbofeteia a língua, pode inspirar confiança? A mim, não. Soa, no mínimo, como Leia mais… »

Agora é profissão?

Recebi esta pérola hoje, por e-mail: Pintor Industrial Para Guarulhos/SP Experiência comprovada em carteira como pintor industrial, pintura eletrostática líquida, base sintética etc… Enviar currículo para: [email protected] Portador de Necessidades Especiais (PNE) Para Guarulhos/SP Experiência mínima comprovada de 6 meses, vagas operacionais e administrativas. Enviar currículo para: [email protected] Porteiro Para Guarulhos/SP Controle de entrada e Leia mais… »

Navegando, estudando e bebendo

Esta dica foi de um amigo, Frederico Guedes. Professor, estava ele navegando em busca de informações para um trabalho na empresa em que trabalhamos quando se deparou com isto:     Claro, a gente sabe que a culpa é dos anúncios automatizados. Mas pega mal, né? Devassa pra estudantes, InfoEscola?

Anúncio de acompanhante

Quando os verbos não são usados como se deveria, os resultados são engraçados. Um verbo que tem sido bem maltratado é “acompanhar”, como no exemplo abaixo, de uma pizzaria aqui de Mogi: Acompanhar significa “ir junto com”, “andar ao lado de”. Portanto, quem acompanha acompanha alguém ou alguma coisa. “João acompanhou a filha até o Leia mais… »