Derrepente certo, de repente errado

Nessas tabelinhas coloridas e simplistas de pitacos dicas de português (já falei mal delas aqui), há outra menção sempre presente: Derrepente é errado (ou não existe…). Essa afirmação está correta? Depende. Calma, não se escandalize. Eu explico. No que diz respeito à grafia, sim, *derrepente é forma errada. Na imagem que ilustra este artigo, o Leia mais… »

Minúsculo

Olhem só a pequetitice (como diria uma amiga minha) do bichinho: Impressionante, não? Pois é. O revisor deve ter ficado encantado com a pequenineza do camaleão que cochilou na última frase: nome de moeda (mesmo das que valem alguma coisa, como dólar) é sempre com inicial minúscula. Assim, real, dólar, yen, franco, libra, etc. Fica Leia mais… »