Estar? Está? Esta? (2) A dúvida continua!

Bom, o Que Falta está de volta! De novo! (Além do tema novo do blogue, logo teremos outras novidades por aqui.) E não foi por falta de assunto que estivemos sem publicar por tanto tempo, já que as atrocidades contra a língua continuam sendo praticadas por esse mundão lusófono tupiniquim. Mas isso pode ser assunto Leia mais… »

Mais tropeços na regência

Como comentei em artigo anterior, há muita gente tropeçando na regência dos verbos. Na linguagem informal oral, isso passa batido, não causa muito mal-estar. Mas quando o erro está escrito, e escrito por quem tem obrigação de escrever corretamente, a coisa muda de figura. Vejam mais dois exemplos de cochilada com a regência. A Abril Leia mais… »

Repita comigo: em que, em que, em que…

Ontem encontrei dois exemplos da mesma cochilada. Dizem respeito à regência verbal, um assunto que assombra a humanidade em geral. Veja os dois aí embaixo: O primeiro é do Yahoo (sim, ele de novo…); o segundo, de um sítio de vagas de emprego. Onde está o problema dos dois? Faltou o em. Quem mora, mora Leia mais… »

Verbo com acento

Você já reparou que nenhum verbo em português têm acento gráfico? Sabe por quê? Simples: o r final faz com que a sílaba tônica de todos os verbos seja a última. Portanto, todos os verbos em português são palavras oxítonas. O Olhar Digital, porém, esqueceu disso. Olha o que saiu: Claro, claro… o sujeito começou Leia mais… »