headermask image

header image

Estar? Está? Esta?

Tenho visto muita confusão no uso dessas três palavras. Penso que isso se deva, em primeiro lugar, ao hábito que temos de não pronunciar o “r” final dos verbos no infinitivo, o que acaba por influenciar o modo como escrevemos. Em segundo lugar, por, de modo geral, escrevermos e lermos pouco, e muitos há que só lêem as coisas mal escritas em MSN, blogs e fotologs da vida. Por fim, por não associarmos a grafia à pronúncia. Se o fizéssemos, jamais usaríamos uma dessas palavras em lugar de outra. Isso evitaria “Conheça está pessoa” ou: “Ela estar online”, que já vi por aí…

Vamos distingui-las:

Estar: é o verbo no infinitivo. Sempre exige o “r” final, apesar de as pessoas pronunciarem “está”: Ele vai estar no Orkut. Para estar feliz é preciso amor. É necessário estar em dia com suas contas.

Sempre que couber o “r” final, tenha certeza de que você deve usar “estar”. Exagere a pronúncia do “r” para ter certeza de sua presença.

Está: é a conjugação do verbo “estar” na terceira pessoa do singular: ele está, ela está, você está. Note que nunca há uso do “r” nestas construções: Ela está entusiasmada com o emprego novo. João está apaixonado por uma amiga. O carro novo já está dando problemas.

Se você usar “estar” nesses casos, falará como índio de filme americano antigo: Ela estar entusiasmada… João estar apaixonado… O carro novo já estar…

Esta: sua pronúncia é “ésta”. É o feminino do pronome demonstrativo “este”. Portanto: Esta mulher é maravilhosa! Esta oportunidade é imperdível.

Como seu nome diz, “esta” serve para demonstrar, para indicar, para apontar para alguma coisa.

Note que a pronúncia de “esta” jamais permite que ela seja confundida com “está”. Para ter certeza de que deve usar “esta”, substitua-a por “este”: Este homem (= esta mulher) é maravilhoso! Quando for possível usar “este” é porque você deve usar “esta”.

Se você gostou, fique à vontade para assinar o feed RSS

10 Comments so far (Add 1 more)

  1. Bom dia, Naldo!
    Espero que o blog seja útil a você.
    Volte sempre.
    Abraço.

    1. Francisco Nunes em April 5th, 2014 às 10:46
  2. Bom dia!
    Pessoalmente eu tenho muita dificuldade com a língua portuguesa em relação a escrita.
    Gostei muito da aula.
    Que Deus os abençoe!!

    2. naldo almeida em April 2nd, 2014 às 11:47
  3. Que bom que foi útil, Nanda!
    Volte sempre.

    3. Francisco Nunes em October 17th, 2012 às 22:01
  4. Muito obrigada!!
    Você me ajudou bastante . :]

    4. Nanda Leal em October 11th, 2012 às 16:00
  5. Oi, Jander.
    Vou considerar seu comentário com um exemplo do uso errado de está, ok? Claro, abrilhantado pelo voçê*.
    Mas me parece mesmo que você queria é usar meu blog para fazer propaganda de algum empreendimento imobiliário, né?
    Volte sempre.

    5. Francisco Nunes em July 29th, 2012 às 17:08
  6. A frase : “Ser feliz é voçê está próximo de uma área verde de 28 mil metros.Totalmente preservada.”

    6. Jander em July 9th, 2012 às 12:43
  7. Putz…
    A coisa está bem pior do que imaginei… olha essa perguntinha tosca…

    Deus do Céu!
    Brasil, o país do Futuro?

    7. fabio em July 5th, 2012 às 21:50
  8. não entendi a diferença entre “está” e “estar”. Você pode ser mais explicativo!

    8. elvis em February 24th, 2010 às 17:21
  9. Oi, Simone!
    Sugiro que você releia em voz alta o post e os exemplos. Pela pronúncia você verá claramente a distinção entre “esta” e “está”. A pronúncia da primeira e ésta; da segunda é está. Não há como confundir as duas.
    Observo que você usa um “r” onde ele não existe; não existe o verbo “entendir”. Apesar de ter escrito dessa forma, garanto que você nunca disse “entendir”. Comento rapidamente sobre isso no artigo. Você diz “entendi” e deve escrever “entendi”. Acrescente “r” final apenas ao infinitivo dos verbos: conheceR, comeR, pulaR, leR, aprendeR, perfuraR…
    Volte sempre!

    9. Francisco Nunes em November 17th, 2009 às 17:15
  10. nao entendir o ex esta e está, pois da para confundir, voces podem me exclarecer?

    10. simone em November 12th, 2009 às 10:50

Deixe um comentário

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*