Pára e para?

O Acordo Ortográfico tirou o acento de pára, forma da terceira pessoa do singular do presente do indicativo do verbo parar. Algum “imortal” (podiam ser, pelo menos, mais modestos, não?) entendeu, em seu gabinete, que usar a forma verbal sem acento não causaria nenhuma confusão, que seria sempre óbvia a diferença entre o verbo e a preposição e outras elucubrações.
Mas a prática mostra que a coisa não funciona exatamente assim. Veja um exemplo:

Photobucket

Cláudio Moreno, no mais que recomendado Sua Língua, dá mais alguns exemplos:

“Alguém pára o Barcelona?”; “Chegada de contêineres pára porto de Paranaguá”; “Fulano, que faz tudo para voltar para o partido, não pára o trabalho”; “Caravana de drag queens que ia para Pelotas refaz a rota, pára o Rio Grande e reacende a discussão sobre homofobia”; “A microusina fornece luz suficiente — mas pára três dias”.

Por que foram tirar o acento de pára?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.