Por que você traz o que o deixa para trás?

Traz e trás têm a mesma pronúncia, mas grafia diferente (são homófonas). E, por essa razão, é comum haver confusão no seu uso: “Deixe o que passou para traz. Isso não te trás felicidade.”

Como não errar o uso? É bastante simples:

1. Trás, com acento e “s”, é sempre referente posição. “Pra frente, pra trás.” “O cachorro escondeu o osso atrás da casa.” “Deixando as coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo.”

2. Traz, sem acento e com “z”, é o verbo, terceira pessoa do presente do indicativo do verbo trazer. “Minha empresa traz a você a possibilidade de um futuro diferente.” “Quando o garoto volta da escola, sempre traz flores para a mãe.” “Teu amor por mim me traz muita felicidade.”

Não há mistério, certo? É só pensar um pouquinho antes de escrever.

Sucesso e até a próxima dica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.