Derrepente certo, de repente errado

derrepente

Nessas tabelinhas coloridas e simplistas de pitacos dicas de português (já falei mal delas aqui), há outra menção sempre presente: Derrepente é errado (ou não existe…). Essa afirmação está correta? Depende. Calma, não se escandalize. Eu explico.

No que diz respeito à grafia, sim, *derrepente é forma errada. Na imagem que ilustra este artigo, o correto seria escrever De repente. Esta é uma locução adverbial, ou seja, duas palavras que, juntas, têm a função de advérbio, modificando o verbo. De repente significa “repentinamente, de modo súbito, de um instante para outro”. O uso mais lembrado é, provavelmente, o do antigo comercial: “Se um estranho, de repente (do nada, sem aviso prévio, de súbito), lhe oferecer flores…”.

Mas há outro aspecto que precisa ser considerado para avaliar o uso correto da palavra, que é seu significado. Como dito acima, de repente só pode ser usado para indicar algo que surge, acontece subitamente, que não havia em um momento e, no outro, lá está. Se for usada de outra forma, a forma correta está, apesar disso, errada.

Veja este exemplo: “A Maria terminou tudo porque, de repente, não confiava mais em você.” A grafia está correta? 100%. Então, segundo os simplificadores do vernáculo em tabelinhas, a frase estaria correta. Só que não está. De repente não significa “vai ver que” ou “talvez”. E este é um uso muito comum, popular, ouvido mesmo em discursos solenes. Por outro lado, o sujeito que escreveu a frase da imagem acima errou a grafia, mas acertou o sentido.

Então, anote e use esta dica: não aprenda só a escrever de forma correta, mas aprenda também o significado correto das palavras que usar. Senão, mesmo acertando, você pode ainda estar cometendo um grandíssimo erro.

Abraço.

2 Replies to “Derrepente certo, de repente errado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.